• Mafalda Pereira

Uma união entre agropecuária, moda e beleza

Atualizado: 9 de Jan de 2020

Natural de Figueiró dos Vinhos, Jéssica Laura, licenciada em Engenharia Agropecuária pela Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC) e atual mestranda na área, é a criadora de um blog de moda e beleza. “The Pretty Fox” surgiu há quase três anos e reflete os gostos da blogger. Conjugações de outfits e opiniões relativas a produtos de beleza são, segundo a autora, os principais focos das publicações.


A admiração manifestada no rosto daqueles que se apercebem da disparidade entre o blog e o curso de Agropecuária não inquieta a jovem de 24 anos. Apesar de muitos não acharem estes “dois mundos” compatíveis, Jéssica Laura mantém-se fiel à sua verdadeira e incomum paixão pelos animais de produção, tais como: bovinos, ovinos, caprinos, cavalos, etc.

Como surgiu a ideia de criar um blog?


A ideia surgiu de um momento para o outro. Sou uma pessoa de ideias fixas e assim foi. Sempre adorei ouvir opiniões sobre produtos e, a determinada altura, pensei em começar a partilhar o meu próprio testemunho. Acabei por perceber que é algo que adoro fazer e, geralmente, falo acerca de produtos de beleza, de moda e de como conjugar outfits. Basicamente, juntei o útil ao agradável. Foi nesse registo que surgiu o blog. Em fevereiro do próximo ano celebro os três anos do nascimento de “The Pretty Fox”.


Fotografia gentilmente cedida por Jéssica Laura

Porque escolheste dar-lhe o nome “The Pretty Fox”?


Aos 12 anos recebi uma cadelinha que parecia uma autêntica raposa e, a partir daí, surgiu todo um fascínio por esse animal. Foi o amor da minha vida e perdi-a em março deste ano. De qualquer forma, eu queria que o nome do blog tivesse algo que se relacionasse comigo, e sempre soube que queria incluir “raposa” nele. “The Pretty Fox” foi o resultado.


Que tipo de conteúdos podemos encontrar no “The Pretty Fox”?


No meu blog podem encontrar maioritariamente artigos relacionados com moda. Tenho de voltar a estar mais ativa! (confessa)


Qual é o alimento para as tuas publicações?


As minhas publicações são o reflexo de ideias que passam pela minha cabeça e inspirações que vejo no feed. Mas, normalmente, são coisas que imagino e tento sempre passar para a prática. Neste momento, infelizmente, estou um pouco parada. Estes últimos meses têm sido de grandes mudanças e estão a ser um pouco complicados para mim.

No fundo, adoro criar conteúdo, pensar em fotos, sítios para fotografar e em que roupa utilizar. Toda a parte criativa me fascina. Nesse sentido, o Instagram é uma plataforma essencial para mim, porque me deixa trabalhar muito mais a parte visual e é lá que me mantenho mais ativa.


Porque decidiste seguir Engenharia Agropecuária?


O curso foi uma paixão que surgiu de repente. Antes de estar em Engenharia Agropecuária, estive em Tecnologia e Gestão na ESAC, mas, há medida que o semestre foi passando, consciencializei-me de que o que realmente queria era estar rodeada pelos animais - neste caso, os animais de produção. Gosto, essencialmente, de me focar no bem-estar e sanidade mental.


Em que medida o teu curso se reflete nas tuas publicações?


À primeira vista, ninguém diz que sou de Engenharia Agropecuária. Mas acho que é isso que me torna especial, no sentido em que conjugo dois mundos que adoro e que são tão diferentes. Para mim, estar com animais e fotografar é a melhor terapia.


E qual é a reação das pessoas ao descobrir esta tua "dualidade"?


A maioria das vezes, acham que não combina comigo, porque julgam sempre as pessoas pelo seu exterior. Assumem que, por gostar de me arranjar, nunca vou encaixar no mundo rural. Estão muito enganados!


De que forma procuras dar uma vida ao teu conteúdo?


Como disse, acho que são dois mundos muito diferentes. Num momento posso andar mais aperaltada e noutro podem encontrar-me de fato de macaco e botas de borracha a cheirar a gado. Acho que o mais importante é fazermos aquilo que gostamos e que nos faz feliz. Na minha opinião, esse é o melhor conteúdo que podemos oferecer a quem está do outro lado!


Como geres o teu curso com o blog?


Neste momento, para além do mestrado em Engenharia Agropecuária, estou a trabalhar em part-time na Decathlon, no serviço ao cliente. Para além disto, tenho o Instagram que, como referi, é a plataforma em que publico mais frequentemente. Admito que não é fácil, mas como já referi quero voltar em força com mais conteúdo no blog, apesar de notar que já não há muitas pessoas a ler blogues, nos dias de hoje.



Fotografia gentilmente cedida por Jéssica Laura

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo