Susana Santiago: "Aprender a usufruir e deixar acontecer"

Psicóloga na Escola Secundária Alves Martins, concelho de Viseu, Susana Santiago, tal como outros profissionais nas mais diversas áreas tem estado, até então, em teletrabalho. Mãe, profissional e dona de casa. Três papéis que a entrevistada desempenha ao longo do tempo confinada, no seu lar, com a sua família.


Retrata, para além da sua experiência, aquilo que está a acontecer um bocadinho pelo mundo e como alguns se possam identificar com o que estão a sentir. Face a esta nova realidade que se vive, algumas pessoas também procuraram ajuda psicológica. Na opinião da profissional, as rotinas e a boa informação que se recebe são a base para sobreviver aos dias que se enfrentam.


Durante a entrevista, deixa alguns conselhos de como enfrentar estes dias, pontos de vista do campo da psicologia e testemunhos do seu dia a dia em casa. No final, deixa ainda uma mensagem a todas as mães que passam, agora, pela gestão da aprendizagem dos seus filhos em casa e a sua vida normal.


Como tem sido a sua quarentena em termos profissionais e pessoais?


O que acha que esta nova realidade que vivemos vai causar na vida das pessoas?


Pensa que o aumento da procura por ajuda psicológica vai ou está a aumentar?


Já aconteceu consigo durante este tempo de confinamento pedirem-lhe ajuda?


Onde é que fica o exercício físico no meio disto tudo?


Quais os conselhos que deixaria para continuar a sobreviver a esta fase que o país vive?


Que mensagem gostaria de deixar?


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo