• Jéssica Gonçalves

Gerir 24 horas que mais parecem 48

Atualizado: 16 de Mai de 2020

No dia-a-dia, a gestão do tempo e das horas do dia depende de cada pessoa: algumas têm tempo para tudo em 24 horas, outras só desejam que o dia tenha 48 horas para chegar a todo o lado. Acompanhada com a quarentena chegou a difícil tarefa de fazer uma boa gestão de tempo em casa. O pensamento do “amanhã tenho tempo” tem que ser combatido e ultrapassado, de modo a “não deixar para amanhã o que pode ser feito hoje”.


Há quem consiga gerir de forma favorável o seu tempo e entrega tudo a horas, sem recorrer a qualquer tipo de ajuda. Quando se fala de entregas, faz-se referências a trabalhos da escola ou faculdade, ou até tarefas do trabalho de cada um. Também convém lembrar os horários a cumprir, compromissos a honrar ou até sítios onde chegar a tempo.


A gestão produtiva do tempo é muito importante. Não só no normal dia a dia que tínhamos anteriormente, mas também nestes tempos pandémicos que se vivem. Mais do que nunca, acordar, tomar o pequeno-almoço, trocar de roupa e começar o dia da melhor forma é necessário. De modo a vencer a procrastinação e cumprir os objetivos que estão planeados para o dia, continuando assim a ser produtivo dentro das quatro paredes de casa, em segurança.


Contudo, a acumulação de tarefas para algumas pessoas pode não ser fácil de gerir. A escolha de foco, decidir qual das tarefas realizar primeiro para que nada falhe, fazer listas infinitas de coisas pendentes organizando-as em agenda, as folhas soltas, os cadernos, listas online... Tudo vale a pena para que a organização seja priorizada e os objetivos sejam cumpridos com sucesso e a tempo.


A par com esta realidade, levanta-se uma importante questão: e o tempo de lazer? Até este momento do texto, escreveu-se sobre compromissos, deveres objetivos. No entanto, no meio dos afazeres do dia-a-dia deve ser inserido o tempo de lazer e descanso. Tempo dedicado a coisas que dão prazer ao serem executadas e não são vistas como “uma obrigação”, que nos dão liberdade para pensar, para descontrair, funcionando como estímulo e preservar a nossa sanidade mental.


A realidade de ter o dia organizado às 7 da manhã é possível com uma boa gestão e organização do tempo. Alcançar os objetivos, compromissos honrados e conseguir manter uma vida social ativa com tempo de lazer considerável. Os dias têm que ser tomados com um balanço, equilibrando o tempo de trabalho/estudo e tempo de descanso. A vida não nos pode tomar cada dia sem sentirmos que valeu a pena viver mais 24 horas. O tempo que nos é dado para passar por este mundo é demasiado curto para que nos deixemos acomodar e procrastinar.


0 comentário
Contacto
  • Facebook
  • Instagram
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Twitter Ícone
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now