Covid-19: os números em perspetiva

Por Catarina Magalhães e Paulo Cardoso


O vírus do momento pertence a uma "família" que causa infeções respiratórias. O novo agente colocou o nosso país - e o mundo - em "estado de alerta" e merece cuidados. É preciso saber prevenir, monitorizar e agir.


Acompanhe com a Sapiens Digitalis os dados que se seguem:

Neste contexto atual, as tecnologias têm vindo a cumprir propósitos benéficos. A oportunidade dos serviços e das escolas, bem como das universidades, desenvolverem as suas capacidades digitais deve ser encarada como um desafio. Além de permitir uma análise do que falta investir, no contexto tecnológico, quer em equipamentos, quer na formação de profissionais.

Apesar de, durante umas semanas a Organização Mundial de Saúde (OMS) ter tentado não valorizar a perigosidade do vírus, os números de infetados e mortos foram assertivos. Um pouco por toda a Europa, escolas, instituições públicas e estabelecimentos privados têm vindo a fechar e o isolamento social tem sido anunciado como uma das práticas necessárias.

O excesso de informação dilui a nossa atenção. Contudo, temos de estar completamente esclarecidos, para nos conseguirmos proteger e aos outros. Apesar de estarem a circular constantemente informações falsas, há sempre a possibilidade de consultar as fontes oficiais, como a Direção Geral de Saúde (DGS), a Linha de Saúde 24 ou as próprias equipas médicas locais.


Se apresentar febre, tosse e dificuldade respiratória, ligue, de imediato, para o 808 24 24 24.

Na noite do dia 12 de março, António Costa falou ao país. A sua mensagem foi marcada pela seriedade e serenidade, que exige o momento, para tentar evitar os cenários de países como a Itália ou a Espanha.


O jornal Expresso reuniu as 30 medidas, que vão afetar as vidas dos portugueses, nos próximos tempos, das quais destacamos:


  1. Encerramento das unidades de ensino, do pré-escolar às universidades, incluindo ATL, até ao dia 9 de abril.

  2. Um apoio financeiro para os trabalhadores independentes (recibos verdes), que tenham de ficar em casa a acompanhar os filhos, até aos 12 anos, no valor de 1/3 da remuneração média.

  3. Justificação de faltas para os trabalhadores indepentes e por conta de outrem, que tenham de ficar em casa, a acompanhar os filhos até aos 12 anos.

  4. Determinação do encerramento de discotecas e diminuição de ocupação dos restaurantes - 1/3 da sua lotação máxima.

  5. Linhas de crédito para empresas: 200 milhões de euros para a tesouraria de empresas e 60 milhões de euros para as microempresas de turismo.



"Manda a prudência que determinemos a suspensão de todas as atividades letivas presenciais", afirmou António Costa.

Afinal, o Governo decidiu avançar com o fecho de todas as escolas de ensino pré-escolar, básico, secundário e superior do país. Uma medida que leva 2 milhões de estudantes para casa, pelo menos, até ao dia 9 de abril.


Lavar mais as mãos, permanecer mais tempo em casa e evitar o contacto social são algumas das alterações de rotina que têm marcado o quotidiano dos que responderam ao inquérito. No entanto, há ainda uma minoria dos inquiridos que refere que não está a alterar o seu modo de vida normal.


Apesar de o coronavírus ser um tema quente, cerca de metade dos inquiridos estão preocupados com o papel dos meios de comunicação social. "Acho que têm levado mais ao medo e ao alarmismo do que à informação e prevenção" refere um cidadão, ao mesmo tempo que outros dizem que os media têm criado alarmismo e euforia.


Nem tudo o que vê nas redes sociais é verdadeiro - há que esperar a confirmação por parte das organizações competentes. Não dissemine informações falsas pois também elas são um vírus.


Informe-se bem e com rigor. Leia o Público, o Jornal Expresso, a BBC News ou consulte os sites da DGS e da OMS. Procure boa informação e dei-te "fora" a desinformação que o persegue.

1. ADRIANO MOREIRA 2. PÚBLICO 3. LUSA/JOHN MABANGLO

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Contacto
  • Facebook
  • Instagram
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Twitter Ícone
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now